WS Ballers – Análise de Performance Individual de Florian Wirtz

WS Ballers – Análise de Performance Individual de Florian Wirtz

Autor: João Carvalho

Florian Wirtz

03-05-2003

17 anos

Alemã

Bayer 04 Leverkusen

Médio Ofensivo (Extremo D/E)

Direito

27 (vinte-e-sete)

1,75 m

67 kg

45M € *

30/06/2023 *

Passe – Tomada de decisão – Visão de jogo

* Informações retiradas do Transfermarkt.

Chegou ao Bayer 04 Leverkusen para jogar na equipa de sub-19, depois de uma década no FC Koln onde fez praticamente toda a sua formação e se tornou internacional pela seleção alemã nos escalões de formação. Recentemente, foi convocado, pela primeira vez, para a seleção principal para os jogos de qualificação para o mundial de 2022.

Estreou-se como sénior no Leverkusen ainda na temporada passada, de 2019/2020, pegando de estaca e tornando-se, na atual época, um jogador muito influente na equipa e uma opção assídua, somando já cerca de 2397 minutos jogados em todas as competições em que o clube está inserido, num total de 32 jogos e 7 golos.

É um médio ofensivo com capacidade para jogar nas alas, mas que no decorrer dos jogos funciona muitas vezes como segundo avançado pela capacidade que tem de dar e ser o primeiro apoio ao avançado em momentos ofensivos e de transições defesa/ataque.  Apesar das características mais ofensivas, tem capacidade para equilibrar a equipa no momento defensivo, quer no corredor central, quer no corredor lateral, fazendo as coberturas aos espaços criados pelos adversários. A sua relação com bola é algo que rapidamente salta à vista de qualquer observador pois demonstra facilidade em todos os momentos, no drible, no passe e também no remate. É um médio forte nas transições, principalmente defesa/ataque, e com muita chegada à área, apesar de não ser muito agressivo a atacar a baliza, centrando o seu jogo nos espaços interiores, entre linhas adversárias, criando espaços e linhas de passe. É um jogador muito dinâmico e proativo neste aspeto. Tem perfil para ser organizador de jogo, com capacidade criativa e forte no último passe.

Momento Ofensivo

Técnica ofensiva: tem uma excelente relação com bola em todos os momentos e uma capacidade de passe muito boa, momento onde se sente mais à vontade, quer em apoio e curto numa zona de criação, quer em último passe em rutura em busca da profundidade ou da largura na zona de finalização.

Outra das suas características mais vincadas é a capacidade de interpretar a movimentação do colega e o timing certo para lhe colocar um último passe que o deixará em posição privilegiada para fazer golo. O maior raio de ação de Wirtz é entre linhas adversárias, onde tenta constantemente criar espaços e oferecer opções de passe.

É bastante forte na progressão com bola e no drible, principalmente em espaços curtos, onde consegue sair várias vezes com sucesso em situações de bola coberta fruto da pressão adversária, permitindo à equipa sair das zonas de pressão; 

Tática ofensiva: é um jogador que quando atua como médio ofensivo está sempre perto dos homens mais avançados da equipa. Nos momentos de ataque à profundidade dos homens mais avançados, quer na frente ou nos corredores laterais, Wirtz é por norma o primeiro apoio a chegar, visto ser bastante forte nas transições defesa/ataque. Tem um conhecimento tático muito bom que lhe permite ler os lances e os momentos de jogo de forma eficaz.

É bastante dinâmico na exploração dos espaços interiores e maioritariamente entrelinhas adversárias, tendo a capacidade de fazer movimentos de arraste dos adversários, criando espaço para outros jogadores explorarem e “agredirem” o adversário, muitas das vezes em zona de finalização.

A imagem acima mostra aquilo que é um dos fortes do jogador, a criação de espaços interiores entre linhas adversárias, neste caso entre a linha defensiva e a linha intermédia em momentos ofensivos da equipa.

Zona de finalização: é um médio ofensivo com muita chegada à área e que ocupa, por norma, as zonas críticas de ataque à baliza adversária com os jogadores mais avançados. Tem um bom remate, o que já lhe permitiu marcar alguns golos esta temporada, no entanto é um jogador que apesar de mostrar frieza na cara do guarda-redes adversário, mostra muitas vezes ser pouco agressivo no ataque à baliza, preferindo fazer um último passe para que outro colega finalize a jogada.

Momento Defensivo

Técnica defensiva: é um jogador que por norma toma a iniciativa de pressionar ainda na primeira fase de construção do adversário, marcando muitas vezes o timing de pressão da equipa.

No entanto, Wirtz não é um jogador muito agressivo nos duelos individuais defensivos, o que limita a sua capacidade de desarme. Apesar disso tem capacidade para assumir na marcação, o que lhe permite realizar algumas ações de interceção e antecipação

Aqui é possível observar a capacidade de pressão do Wirtz, que é quase sempre um dos primeiros a pressionar a saída da equipa adversária, determinando muitas vezes as referências e timings de pressão da sua equipa, tendo capacidade para o fazer no corredor central e nos corredores laterais.

Tática defensiva: tal como o conhecimento tático a nível ofensivo, também o tem a nível defensivo, pois é um jogador que, para além de participar em todo o processo, tem a capacidade de equilibrar a equipa quando esta precisa, em momentos mais específicos do jogo. Também por ser forte nas transições consegue acompanhar ataques rápidos da equipa adversária e condicionar a exploração do espaço num primeiro momento.

Apesar da equipa atuar num sistema de 4-3-3, por norma defende num 4-4-2 e Wirtz posiciona-se na linha mais avançada juntamente com o avançado, o que não o impede de por vezes fechar na linha intermédia ao lado de outro centrocampista. Tem capacidade para defender no corredor lateral e ajudar o respetivo lateral fazendo as coberturas necessárias.

Esta imagem demonstra o posicionamento do jogador em momentos de organização defensiva fruto das suas características, que fecha a linha mais ofensiva juntamente com o avançado, à frente da linha intermédia. Esta é a formação com que a equipa mais se organiza em organização defensiva, num 4-4-2, apesar de se apresentar por norma num sistema de 4-3-3.

Jogo aéreo: fruto da sua estatura não participa nos esquemas táticos dentro da área, posicionando-se por norma à entrada da mesma. O mesmo acontece no momento ofensivo, apesar de já ter feito um golo de cabeça na presente temporada.

  • Relação com bola (capacidade técnica);
  • Posicionamento tático;
  • Exploração do espaço entre linhas.
  • Jogo aéreo;
  • Duelos individuais defensivos.

Consideração final: é um jogador que apresenta uma maturidade e inteligência acima da média para a idade que tem, aliando a isso componentes técnicas soberbas e um acentuado conhecimento tático do jogo. Uma promessa que ainda dará muito que falar e que certamente atingirá o topo.

Artigos relacionados